Eu confio na Justiça e na PF (sic). Eu acredito nas Instituições (sic). Eles estão fazendo o seu trabalho (sic).

Mas isso me cheira a engodo. Parece haver infiltrados da facção. Pois quando se que ‘acabar’ com a corrupção, você tem que ir direto ao Pai. O Dante matou o Tio. O Romero fugiu com a Athena e quem vai ser preso, e condenado são o Juliano e a Tóia. Não, não é novela, essa é a vida real. Na novela os bandidos são presos e os mocinhos se dão bem, como acontecerá hoje no encerramento de “A Regra do Jogo”. Salvo em “O Dono do Mundo”, na ficção o mal nunca vence.

Lula não é o Zé Maria e muito menos FHC é o Gibson. Mas este último, está sim hierarquicamente acima do molusco. Basta uma rápida comparação: FHC tem uma fazenda, Lula um sítio com pedalinho. FHC viaja para Paris e NY, Lula para o Guarujá. Deu pra entender ou preciso desenhar? Então, vamos desenhar:

foto

Há muitos tios, mas um só Pai. Enquanto isso, na sala de justiça (JN) dos superamigos (PIG), o Pai e seus comparsas estão livres, leves e soltos. Viajam de jatinhos e helicópteros que não são deles, vão para o triplex na ilha de Paraty (isso sim que é triplex!) que também não são deles, são homenageados nas assembleias e na ABL, bebem do melhor champanhe e comem caviar.

É pessoal, a facção está mais viva do que nunca.

E parafraseando os promotores quem citaram Nietzsche, ao pedirem a prisão do Lula, existem sim o Super-Homem. Ele não usa óculos e sai voando por aí. Não! Ele é tão somente o apresentador da sala de justiça dos superamigos, mas não é o verdadeiro Pai. O Pai é Deus. Pois é Nietzsche, Deus não morreu. E pode se disfarçar em qualquer humano, pois ele é Supra-Humano e sua mensagem é subliminar.

Por isso eu reflito profundamente sobre o mundo à minha volta e preciso me posicionar, custe o que custar, para ir além do bem e do mal.

Vitória na guerra, irmão.

Ps.: Agora, falando sério, tens aí um “faz me rir“?

 

Anúncios